segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Aula #001 - Desenho - Prof. Fabio

segunda-feira, 15 de setembro de 2008
Quer realmente aprender a desenhar?
Elabore um plano de estudos e siga à risca: Aprender a desenhar é uma batalha onde só os bravos resistem. Não é coisa pra "frangote desenheiro"... Se você é preguiçoso (leia-se "frangote desenheiro") e não está nem um pouco a fim de aprender nada sem um mínimo sacrifício, então vai buscar um webgame e sai fora.
Vamos lá, então.

Preparando o material:

Nessas primeiras tentativas use o básico do básico. Comece com um lápis HB (ou o escolar nº2, que dá na mesma) uma borracha macia e papel sulfitão. Mais pra frente esmiuçaremos mais o uso e a escolha de cada material. Atenhamo-nos às coisas mais urgentes, como o traçado.Não adianta estudar anatomia, perspectiva e o escambau se seu traço for tosco.Tem cara que tem a mão tão pesada que se apontar o lápis, corta a folha ao meio.
Dica inicial: Segure o lápis um pouco acima, evitando "enforcar" a ponta, mais ou menos a um dedo e meio a dois dedos de distância da ponta do lápis, conforme mostra o desenho.


© Fabio Vicente - 2008



Pra começar, então, o primeiro passo é resolver problemas de traçado. Concentrar-se em exercícios de repetição (aquecimentos) de traços envolvendo círculos e retas...10 minutos diários. Religiosamente. Durante, pelo menos três a quatro meses.
Aí, você vai me falar que todo mundo diz isso e blá-blá-blá, que não tem exemplo disso em canto nenhum... E eu vou dizer que é fato, ao menos em parte. Tem uns livros mais antigos que têm alguma coisa. Mas muita gente que entra nesse ramo de aula (seja online, ao vivo ou nas famigeradas revistinhas de banca), pra não desagradar o aluno, evita aplicar esses exercícios - ou às vezes nem conhecem, o que é mais grave ainda - e o traçado acaba meio que se consertando sozinho, mas muito lentamente, ou às vezes nem conserta.
Exercícios de repetição: o "Aquecimento".
Como a base do estudo inicial se trata de exercícios de repetição,vai aí um exemplo que eu aplico e dá resultado rápido. Pra quem faz diariamente sente uma grande diferença em um mês e meio, mais ou menos.
1. Coloque a folha numa posição confortável para o seu braço, alinhada com o antebraço.

© Fabio Vicente - 2008

Obs.: Se for uma folha tamanho A4, uma mesa dá conta do recado...

© Fabio Vicente - 2008


... mas se for um papel A3, convêm apoiá-lo numa prancha de madeira ou madeirite numa cadeira e em seu colo, como mostra o desenho, a não ser que você tenha uma prancheta (mesa) profissional de desenho, com inclinação adequada (60°).
© Fabio Vicente - 2008
2. Segure o lápis de uma maneira diferente do que você está acostumado.Envolva o lápis como se estivesse empunhando um martelo, com a ponta para cima, como em "A". Em seguida apoie o dedo indicador sobre o lápis, como em "B", lembrando de não segurar muito na ponta, como eu disse acima.
© Fabio Vicente - 2008
Vai dar trabalho pra riscar, mas use o lápis deitado sobre o papel, como se estivesse pintando ou fazendo um sombreado.

3. Divida a folha em três campos: ao meio na altura e na parte superior ao meio, na largura, como no desenho a seguir.

Aquecimento © Fabio Vicente - 2008
4. Linhas retas.

Aquecimento © Fabio Vicente - 2008

No campo 1 (a), começe fazendo traços retos, um sobre o outro, sem desencostar o lápis do papel (b), procurando descobrir a velocidade em que a sua mão treme menos.A regra é: quanto mais lento, mais trêmulo. Quanto mais rápido, mais torto. descubra a velocidade média ideal, através desses movimentos repetidos.Use mais o braço, deslizando sobre a mesa, mantendo contato, mas sem grudar o cotovelo ou o pulso na superfície.Não é pra sair riscando a folha toda... o resultado vai ser um traço um pouco grosso como mostrado no exemplo acima (c). Sem girar o papel, vá repetindo a operação em outras posições como mostrado em (d), (e) e (f).Em seguida, faça um único traço horizontal, decidido e na velocidade que você descobriu ser a mais eficaz(g). Você vai ter um resultado como a bandeira da Inglaterra rabiscada e esse último traço, via de regra, fica bem melhor que os primeiros. Faça um minuto ou dois, ininterruptos em cada sentido de traçado.


5. Círculos.


Aquecimento © Fabio Vicente - 2008


No campo dois (a), pegue uma moeda e contorne ou faça um círculo com um compasso (b). Em cima desse círculo perfeito dê cinco voltas (ainda segurando o lápis do mesmo jeito) usando mais o braço solto, como descrito acima(c), e em seguida faça um círculo à mão livre, também com 5 voltas, sem desencostar o lápis do papel (d). Vá voltando sobre o círculo perfeito, riscando as cinco voltas (e) e execute outro círculo de outro tamanho (f). Repita a operação várias vezes pra círculos de vários tamanhos (h)


6. Mais círculos e retas.


Aquecimento © Fabio Vicente - 2008
No campo 3 (a) construa um quadrado, à mão livre, com movimentos de vai-e-vem, sem desencostar o lápis pra cada traço (b). Certifique-se que o resultado é quadrado, não retangular (c). Faça um círculo dando cinco voltas dentro do quadrado (d). Vao perceber que é mais fácil controlar a forma, encostando as bordas do círculo nas do quadrado.Repita a operação em quatdrados/círculos de várioa tamanhos, ocupando todo o espaço (e) (f).
O resultado final vai ficar mais ou menos assim, como o desenho a seguir.


Aquecimento © Fabio Vicente - 2008
Por fim, lembre-se de 4 regras importantes:
1. Trace muuuito de leve;
2. Controle a velocidade;
3. Use o braço todo quando riscar;
4. Faça desse exercício um hábito obrigatório pro resto de sua vida, mas, principalmente nos primeiros 4 meses.
É isso.

33 comentários:

Betinho

Valeu pelas dicas. Eu adorava desenhar quando era mais novo, porém com a idade e as obrigações foi ficando cada vez mais raro. Vou tentar as repetições.

Fabio Vicente

É isso aí...
Repetição é a base do desenvolvimento do traçado.

Paulo Oliveira

Fábio,
parabéns pelo Blog!
muitos leitores do meu tem me questionado sobre técnicas de desenho (Design e Interiores) e, buscando materiais na internet encontrei o teu blog, no Orkut.
Se me permitir copiar algumas imagens, vou fazer um link em meu blog chamando os interessados em desenho aqui para teu blog.
www.paulooliveira.wordpress.com
abs

Paulo Oliveira

Fabio Vicente

Ô, Paulão!

É uma honra ter meu humilde blog linkado no seu, que já é referência pela democratização do conhecimento do desenho...
Vamos criar uma grande rede GNU do desenho... hehehe.
Abraço e volte sempre!

Mirian

Esse aquecimento dá uma dorzinha na mão e no ombro. Será que estou fazendo alguma coisa errada?

Fabio Vicente

Míriam,
A dor no braço é normal.
Mostra que a gente tem usado pouco as articulações corretas.
Já o ombro, indica que o movimento do braço ainda não está muito solto.
Pratique um pouco mais o exercício da aula #003, que é específico para o braço e enquanto realiza o #001, verifique se você esta articulando as partes do braço durante o traçado ou está transferindo a tarefa só para o ombro.
Abraço!

Carolina Vendimiati

Falando em dor...Minha mão e o meu cotovelo estão doendo.Mal consigo teclar.

carla

Oi Fábio
comecei a fazer esses exercicios hoje.
Eu olho pras coisas e desenho,mas não sae igual tenho muito o que aprender, já desenhei uma foto minha mas não sai igual.
por isso quero começar do Zeroo
tenho q 15 anos. e amo desenhar , mas quero saber de verdade.
estou usando folha de oficio e lápis 2b pra fazer esses exercicios tem algum problema?

carla

Uma duvidaa
eu tenho que ficar fazendo por quatro meses só o exercicio 1 ( depois o 2 por quatro meses e a´´i por diante)
ou é todos esses por 4 meses??

obrigada..!

Fabio Vicente

Carla,

Lápis e papel, qualquer que seja é o básico.
Quanto aos quatro meses leia as outras aulas... são exercícios para ir variando durante esses quatro meses. Na aula #005, inclusive, sugiro uma seqüência de exercícios, um plano de estudo para os primeiros meses. Leia todas as aulas para ver o que pode ser aplicado nesse momento inicial.
A princípio todos os exercícios.
Abraço!

Ale

Sensacional!
To quase fechando um curso de desenho de criação e comprando uma tablet. De repente entrei aqui no seu blog, cara tenho muito arroz e feijão ainda!!! rs
To pensando seriamente em deixar a aula e a tablet de lado e começar a estudar o básico!
Achei bacana seu comentário! Eu, como típica leonina e impulsiva, nem desenho uma mulher direito e já quero colorir digitalmente! rs..

Let´s it learn rightly!!

parabéns pela sua iniciativa!!

ale!

Ale

Fábio,
Eu to sentindo muita dificuldade em fazer os traços/círculos com a folha e o braço em 90º. eu tenho sempre que dar uma virada, mais ou menos 15º p conseguir mais destreza, e acho que isso não é uma boa né? Vou ter q me forçar a desenhar em ângulo reto, certo? obrigada!

Fabio Vicente

Alê,

Não! Em absoluto! Não force uma posição para o braço! Procure sempre uma posição confortável, pra realizar o mínimo de esforço na hora de desenhar. Se for pra ajustar a posição do papel, posicione seu braço confortavelmente na mesa e apoie a folha no sentido do antebraço.
Abraço!

Rafael

Fabio...
parabens...eu gosto muito de desenhar e to procurando aprender mais...hoje descobri essa comunidade aki e vi suas aulas...bem eu tenho 18 anos e desenho desde os 12...ja tenho alguma habilidade...porem nunca eh o bastante e vou seguir suas aulas desde o inicio (aquecimento dos traçados)procurando me aperfeissoar cada vez mais...continue com suas video aulas pois vc foi o unico que eu encontrei que nos ensina desde o começo (desde apontar o lapis)e isso eu nuunca tinha visto alguem ensinar...entao parabens continue sempre que possivel postando suas aulas pois vai ajudar muita gente...vlw abrassos

Fabio Vicente

Rafael,

Continue praticando então... Tem mais videoaulas no forno. Só falta fazer o upload da terceira parte da próxima aula no Youtube que eu incorporo os vídeos por aqui.
Espero que ainda essa semana...

Aguarde!

Hunjun

Muito bom o exercicio!
fiquei com muita dificuldade nos circulos e uma duvida:
no terceiro ponto é para segurar o lapis do mesmo modo?

Rodrigo

Fabio! você quebrou o meu galho... aonde eu moro não existe curso de desenho e essinando assim você me aju8da muito!

Victor Ramos

Mestre estou aqui pra dizer que embora eu tenha andado afastado por conta de trabalho (fui casar né? agora fudeu rsrs) eu ainda acompanho o seu blog e se me permite a honra continuo seu aluno,mas eu gostaria de lhe pedir um favor, eu vi que vc postou sobre scott mcloud que é um autor fantastico na minha opinião mas será que poderia postar tb algo sobre como funciona uma editora,loja, sei la que faz revista em quadrinho? por que por exemplo quando a gente termina suas aulas e ai ta desenhando e no meu caso por exemplo não quer dar cacife pra EUA como a pessoa vai fazer pra lançar a sua propria HQ? eu li algo de suas experiencias no blog mas foi tão pouco, não da pra colocar mais aguma coisinha? por exempo as suas tiras são hilarias por que não as comercializou? hoje em dia e dificil bancar a propria hq? mesmo com recursos da internet? como no caso a webcomics?
E mais uma vez obrigado por estar sempre ai conosco nós leigos na arte que encontramos em voce um grande professor!

Fabio Vicente

Hunjun,

A empunhadura do lápis é a mesma durante todo o exercício.

Abraço!

Fabio Vicente

Rodrigo,

É pra isso que serve a internet.
É pra isso que ela foi criada.
Pra socializar conhecimento.

Abraço e continue acessando!

Fabio Vicente

Victor Ramos,

Realmente, se viver de quadrinhos no Brasil, só se você for Maurício ou Ziraldo. A batalha é árdua.
Pra quem pretende trabalhar com tiras, o trabalho é muito e o dinheiro, pouco. Mas nada que não se possa enfrentar com um pouco de coragem. Fazer uma boa apresentação, profissional, e ir batendo de editora em editora, de jornal em jornal, é um caminho.
Particularmente, faço tiras para o meu prazer e confesso que ando beem relapso... Profissionalmente, boa parte do que já publiquei foi para aplicações publicitárias ou educativas. Nada sob os holofotes da mídia. Estou preparando uma Graphic Novel sem pressa nem prazo.
Assim que tiver pronta, lógico, aviso a todos. Mas eu poderia ir postando algumas coisas sobre meu trabalho pra matar a curiosidade de vocês... é uma idéia.
Vamos ver.
Webcomics é o fanzine atual. É um ótimo meio de começar no mercado.
Boa sorte e bons desenhos!
Abraço!

vinicius

Obrigado professor,faço todos dias 30 minutos e já estou vendo diferenças no meu traço.

Grato
Continue com excelente trabalho!

Alberto Bizonho

ainda nao entendi o lance de segurar o lapis como um martelinho. por que nao segurar do jeito que eu vou desenhar mesmo?

desenho

Ola meu nome e Daniel e gosto muito de desenhar mais nao sou om o surfissiente mais com as aulas pelo youtib estar mim ajudando bastante, meus parabens e um otimo professor de Desenho

Fabio Vicente

Vinícius,

Funciona mesmo! E tem gente que não acredita...
Bons exercícios!
Abraço!

Fabio Vicente

Albreto Bizonho,

A mudança de postura é pra usarmos articulações e músculos que normalmente não usamos, dando mais firmeza ao traço. Experimente, insista, que você vai sentir a diferença.
Abraço!

Fabio Vicente

Daniel,

Continue praticando... mais aulas em breve!
Abraço!

D8989

Primeiramente...
Feliz Ano Novo professor Fabio!!!

Meu nome é Daniel e gosto de desnhar já faz anos, mas nunca fiz nenhum curso do tipo. Para aprender eu comecei copiando os personagens de revistas(deste Turma da Monica até os mangas), mas depois eu não conseguia "criar" meus proprios personagens. Passei a comprar as revistas tipo "aprenda a desenhar", mas tambem não deu muito certo. Parei de desenhar por uns anos e hoje, achei o seu blog pelo youtube e achei muito interessante, e com suas aulas espero finalmente conseguir criar minhas proprias historias.

Muito Obrigado!!

Eduardo Loureiro Jr.

Olá, Fábio.
Domingo passado, escrevi uma crônica sobre minha dificuldade e meu desejo de aprender a desenhar (http://crondia.blogspot.com/2012/01/desenhos-eduardo-loureiro-jr.html) e um dos meus leitores me recomendou suas aulas. Dei início ao primeiro exercício com traços. Grato pela oportunidade e pela generosidade.

gustavo silva

Bom dia, Fábio! Tudo bem?
Antes de tudo, muito obrigado pelas aulas.
Estava fazendo um curso de HQ por 1 ano e meu traço continuava horrível. Larguei o curso para me tornar "auto-didata".
Esses exercícios de traço me foram ensinados, mas colocou-se como um exercício de "aquecimento" tão somente, e não como um "exercício fundamental", que é o que você deixou bem claro.
Minha dúvida é sobre a empunhadura no lápis como um "martelo".
O motivo de tal empunhadura seria para não utilizar o punho, fazendo os movimentos usando mais o braço?
Muito Obrigado!

Sandro Castro

Estou treino o traço, tenho encontrado dificuldade para fazer os circulos e quadrados, espero que com esse treino diário de uma boa melhorada.

Joao Carlos

professor, quantos folhas e minutos por dia eu necessito fazer dos exercícios, e se posso já ir fazendo alguns desenhos enquanto isso ou só quando o traço larga de ser"cabeludo"?
se possível não teria um email ou facebook para contato?

Alexandre Camargo

Ótimo exercício! Muito obrigado pela orientação.

 
Arte Seqüencial, o blog ◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates